quinta-feira, fevereiro 12, 2009

Quimio... de novo!

Depois de uma semana verdadeiramente catastrófica, amanhã lá vão eles de novo ao Hospital, para fazer Quimio.
Esta semana Ele não tem aguentado a pressão ou os efeitos da Quimio, dormiu praticamente todos os dias desta semana, horas e horas seguidas, só acordando para uma sopa e pouco mais. Está sem alento e sem vontade para reagir. Deixou de comer e só admite sopa e iogurtes, um ou dois por dia, no máximo. Ela, está desesperada, não sabe o que fazer para o tirar deste marasmo e desta apatia em que se fechou, é como se ele tivesse desligado o interruptor que o ligava à vida. Mantêm-se em silêncio, não diz o que lhe doe, ou o que sente. Não fala do desespero em que vive. Assim é mais complicado, ficam momentos de desespero, sem se saber o que fazer. O médico que os estava a acompanhar ficou gravemente doente e não têm a quem recorrer, do hospital, quando Ela lhes pede ajuda eles dizem para ir ao hospital mais próximo fazer exames, como se fosse a coisa mais fácil deste mundo.
Esta semana Ele, teve uma febres baixas, não fala praticamente, a rouquidão é quase total, tem dificuldade em andar. A visão também já se ressentiu. Não consegue levantar a cabeça da almofada, tal o estado de cansaço.
Amanhã, depois de ele tirar as analises Ela e o filho, vão tentar falar com a médica que o está a seguir no hospital e saber o que se passa e o que fazer para melhorar o seu estado, caso exista alguma coisa que Ela possa fazer. Vamos ver se amanhã há mais esperança.
Continua...

6 comentários:

elvira carvalho disse...

Amiga que a saúde do marido tenha melhorado, e que ele esteja psicológicamente melhor. Vou-lhe dizer uma coisa. Há pessoas que quando estão gravemente doentes, dormem muito, como se o corpo se alimentasse do descanso. Conheço dois casos assim. E os dois são bastante idosos, e sempre recuperaram. Um deles, meu pai, há mais de dez anos, esteve muito mal, e segundo os médicos, não teria mais de seis meses de vida.
Chegávamos a alimentá-lo a dormir.
E ele cá está e tem 90 anos.
Porque não acreditar, que o seu marido está recuperando forças no sono...
Quanto ao desafio, desculpe, eu não pegar nele, mas o tempo para ler, não existe mesmo.
Um abraço e bom fim de semana

Jon disse...

Força! Muita força aí para casa!

Observador disse...

O que posso dizer?
O que quero dizer?

Tão só que o Rui não pode desistir e que tu te vais manter no teu "posto" de mulher coragem.

Beijinhos

Flávia disse...

Muito ânimo, amiga! O importante é não desistir e dar toda a força ao Rui para que ele também não desista.

beijinho grande a todos

Franky disse...

Olá Elvira

O Rui, depois de ter levado esta dose de quimio e de termos tido uma grande conversa com a médica, resolveu fazer um grande esforço e agarrar-se à vida. Já se arranja, já saiu um bocadinho à rua e parece mais animado, mais conversador. O ser humano é muito complexo e quando quer realmente faz milagres. Espero que seja para durar, a minha casa nem parece a mesma.
As melhoras dos seus pais e um beijinho para si, Elvira
Bom Domingo

Franky disse...

Obrigado Jon, Observador e Flávia, obrigado pelo vosso apoio.
Beijinhos e Bom Domingo